sábado, 9 de dezembro de 2017

Os melhores jogadores de 2017



OS MELHORES DE 2017  

Um ano positivo para o futebol de praia. O Campeonato Carioca de 2017 foi um dos mais bem sucedidos já realizados. Com mais pontos positivos do que negativos no que diz respeito a produção, organização, disciplina e arbitragem. Do ponto de vista do espetáculo só houve pontos positivos. Atletas de vários estilos puderam mostrar seu talento em partidas memoráveis. Foram 120 jogos disputados por quinze equipes. Assim foi possível se traçar um painel do atual futebol carioca. Houve desde jogadores veteranos, que se transformaram em clássicos do futebol de praia, até jogadores jovens, na sua melhor forma, com talento suficiente para atuar no futebol profissional. A seguir uma lista com alguns dos atletas que se destacaram no futebol de praia em 2017.





O CRAQUE DO ANO 


O NOME DELE É LEANDRINHO - O Campeonato Carioca de Futebol de Praia 2017 para sempre terá o rosto e o sorriso do atleta Leandro Vasconcelos, o Leandrinho, do Balança. Com seu futebol ambicioso, inteligente e instigante Leandrinho administrou com muito tato a trajetória do Balança no Cariocão 2017. Seu toque de bola é fabuloso. Tem um privilegiado senso de oportunidade. Sabe conduzir a bola com precisão. E possui a incrível capacidade de induzir o adversário ao erro. Além de ter se mostrado um jogador brilhante, Leandrinho tem a perfeita noção de que o futebol é um grande espetáculo. E, sendo assim, ele joga com a sensibilidade de um artista da bola. Joga para a platéia como um ídolo pop que canta para seu público. Como todo grande artista sabe que o seu melhor número tem que ser apresentado no final do espetáculo. E Leandrinho assim o fez com a conquista da artilharia isolada. Até o segundo jogo das semifinais a artilharia do campeonato estava empatada entre os atletas Patrick Príncipe, Rafael Bokinha e Rodrigo Barbosa. Cada um com sete gols. Então Leandrinho conseguiu empatar na artilharia. E apenas no último jogo, na grande final do campeonato, ele fez o oitavo gol. O gol que lhe garantiu a artilharia isolada. E que gol! Um lindo gol de bicicleta. Um gol que comoveu e enlouqueceu a torcida. O gol que definiu quem seria o grande nome do Campeonato Carioca de 2017. O gol que definiu quem seria o craque do ano. O grande gol de Leandrinho.   



OS MELHORES DO ANO




IGOR CHINA – Zagueiro, atacante e meio-campista, Igor Kuntze, também conhecido como Igor China, atua em todas as frentes e sabe impor o seu estilo de jogo. Soube se destacar no campeonato com seu talento e vontade de vencer. Tem raciocínio rápido e um toque de bola ágil. Tem um estilo de jogo impetuoso e voraz, sem ser agressivo. Um atleta que tem vocação para o esporte que pratica e por isso sempre se destaca em todas as partidas que joga. 






PATRICK PRÍNCIPE – Foi o grande artilheiro da fase classificatória do Carioca 2017, onde sempre se manteve no topo. Deu ritmo, estilo e segurança ao seu time, o Força e Saúde. Tem um futebol elegante e dinâmico.  Sabe o momento certo de jogar para o grupo e o momento certo de se arriscar nos lances individuais. Além disso é um mestre na arte do fairplay. Evita fazer faltas e nunca critica outros jogadores. Nunca discute com os árbitros e por isso é querido e respeitado por eles. 





JADSON CRUZ – Mesmo sendo discreto e sutil foi o grande destaque do Paula Freitas em 2017. Joga um futebol objetivo, já que tem raciocínio rápido e uma visão geral do que está acontecendo em campo. Sua atuação foi essencial para que o seu time ficasse entre as quatro grandes equipes do certame. É um dos grandes atletas do atual futebol de praia carioca.






PEDRO GOMIDES – A revelação do ano. O jogador do Racing tem o futebol de praia no seu DNA, já que é sobrinho de Bruninho, o veterano atleta desse esporte. Desde criança acompanhava os jogos do tio, sempre de olho em cada detalhe do que acontecia em campo. Começou a jogar no time de aspirantes, até chegar ao time principal do Racing, onde mostrou segurança e capacidade de decidir uma partida. Já é um dos grandes nomes do futebol de praia carioca.





YURI GAERTNER – O veteraníssimo Yuri Gaertner se reinventa a cada temporada. Seu futebol malandro e irreverente foi fundamental para a arrancada do Copacabana no Carioca de 2017. Se fez presente na hora de fazer gol, soube comandar o time quando necessário e deixou claro que continua em grande forma.




RAFAEL BUENO – Foi artilheiro do Carioca de 2016 e continuou em destaque no campeonato de 2017, com seu futebol audacioso e objetivo. Ajudou a conduzir a trajetória do vice-campeão São Clemente com sua experiência e sensibilidade esportiva. Já jogou no Força e Saúde, mas surgiu no futebol de praia jogando pelo Balança.





RAFAEL BOKINHA – Foi um dos grandes nomes do Paula Freitas. Joga com frieza e perspicácia. Sabe ser dinâmico e imprescindível quando está em campo.  Tem uma postura profissional, graças ao seu currículo como atleta do beach soccer, com relevante experiência internacional. Um astro do futebol carioca,





AUGUSTO MATHEUS – O Embalo foi um dos grandes times do Carioca 2017. Jogou um futebol vigoroso, bonito de se ver. E Augusto Matheus, ou Txu, foi uma peça importante na engrenagem do time. Aproveitou bem as oportunidades, jogou para a equipe, sempre buscando o melhor resultado. Tem toque de bola, visão de jogo e obsessão pelo gol. Um talento que merece ser reconhecido.





EDUARDO NÓBREGA – O advogado bom de bola foi destaque absoluto na equipe do Força e Saúde. Fazendo uma bem entrosada parceria com Patrick Príncipe, Eduardo Nóbrega ocupou espaços, deu passes precisos e fez gols decisivos. Um grande atleta que é orgulho de todos que fazem o futebol de praia.





FELIPE CORDEIRO – Um atleta que foi criado e formado pelo time campeão, o Balança, mas que, no Carioca 2017 foi adquirido pelo Racing, onde atuou com grande competência. Felipe tem um futebol dinâmico, capcioso e objetivo. Sabe dar passes precisos e possui excelente visão do jogo. Seus chutes são vigorosos e, quase sempre, leva a bola ao caminho do gol.





RODRIGO BARBOSA – O poderoso Digão fez bonito jogando pelo Copacabana. Até a semifinal foi um dos artilheiros do campeonato, com sete gols (junto com Patrick e Bokinha). Trouxe renovação e frescor ao futebol de praia, com seu estilo impetuoso e classudo ao mesmo tempo. Uma curiosidade: foi um único jogador que fez gol contra no  Carioca 2017. Marcou inadvertidamente a favor do Embalo.





THIAGO RODRIGUES – Encarnou o espírito do Balança jogando um futebol valente e juvenil. Viveu cada partida como um grande desafio. Apresentou muita habilidade na relação com os demais integrantes de sua equipe. Estava sempre no lugar certo e soube aproveitar bem as oportunidades que surgiam ao longo do jogo. Fez um excelente campeonato.





TAUAN OLIVEIRA – Um atleta dedicado e voraz, que sabe jogar junto com o time. Mas também sabe o momento certo de fazer a jogada individual. Tem obsessão pelo gol e essa característica faz com se destaque nas partidas. Sensato e oportunista, foi fundamental para a bem sucedida participação do seu time, o Bairro Peixoto, no Carioca 2017.






LEONARDO ALVES – Carrega o espírito do futebol dentro de si. Leo Gigante, como também é conhecido, é o futebol da cabeça aos pés. Jogador inteligente, ágil e sagaz, tem uma perfeita visão de jogo e sabe o momento certo de tentar o gol. Sua facilidade de interagir com seus companheiros faz dele o cérebro do seu time, o Ronald de Carvalho.   





VICTOR TOSCANO – Uma grata surpresa. O jovem atleta do Embalo joga com arte e impetuosidade. É perspicaz na administração de cada jogada. Sabe manter o equilíbrio do jogo. E tem a exata dimensão do que o futebol significa em termos de espetáculo. Foi responsável por grandes momentos da trajetória do Embalo. Já pode ser considerado um dos grandes nomes da nova geração.





FABIO RIBEIRO – Um dos mais dignos representantes da nova geração de craques da praia. Jogador de grande habilidade no trato com a bola. Rápido, inteligente e sagaz. Com seu futebol sereno e dinâmico foi um dos responsáveis pela excelente performance do seu time, o Racing, que se manteve em primeiro lugar durante as quinze rodadas do campeonato de 2017.





MARCELLO CARVALHO – O goleiro do Bairro Peixoto soube defender seu time com bravura e personalidade. É ágil e elástico. Tem perfeita consciência de seu papel na condução do time. No Carioca de 2017 fez defesas brilhantes e soube se destacar num campeonato recheado de bons goleiros.





VINICIUS QUEIRÓZ – O goleiro do Ronald de Carvalho é um maestro que conduz seu time com segurança e sabedoria. Tem um um estilo de jogo consciente e maduro. Um atleta que sabe ocupar o seu espaço de forma correta e no tamanho certo. É um líder nato e com isso tem o respeito e a admiração de seus colegas de equipe.





DIDA – O goleiro do São Clemente foi responsável por alguns dos bons momentos do Carioca de 2017. Teve uma atuação sobrenatural no jogo contra o Paula Freitas, quando conseguiu segurar todos os chutes do magnífico ataque do time adversário. Atleta talentoso, seu grande sonho é ser goleiro de um time de beach soccer.




MELHOR  TIME 




DÍNAMO - Foi um show de bola. O Dínamo conseguiu a façanha de perder todos os jogos do campeonato. Mesmo assim, com esse resultado desfavorável, ele deu uma grande lição a todos os atletas, técnicos e dirigentes do futebol de praia. Do primeiro ao último jogo o time jogou com dignidade, competência e espírito esportivo. Em nenhum momento perdeu a esportiva. E jogou cada partida dando o melhor de si. Mesmo nos últimos jogos, quando não tinha mais a menor chance de pontuação, o time entrou em campo como se ainda tivesse chance de disputar a final. Não entregou o jogo para ninguém. Deu trabalho a todos os adversários, jogando um futebol firme e decidido, mas sem cometer faltas desnecessárias, ou se utilizar de jogadas desleais. O Dínamo jogou um futebol limpo e classudo. Foi um time responsável por grandes momentos do campeonato. E por isso merece o respeito e o aplauso de todos.




MELHOR TREINADOR:  


ALEXANDRE GOMES (Bairro Peixoto) – Treinador sensato, equilibrado, soube conduzir sua equipe com paciência e tenacidade. Um exemplo de comprometimento com as regras do campeonato.

CESINHA SEGISMUNDO (Racing) – Depois de uma brilhante carreira como goleiro, Cesinha agora se destaca como treinador. Habilidoso e perspicaz, soube montar um time instigante e vencedor que se manteve em primeiro lugar na tabela durante toda a fase classificatória.  


MELHOR JUIZ – Agnaldo Silva

PERSONALIDADE DO ANO – Chicão Carneiro


Balança - Campeão 2017












ORGULHO DE SER CAMPEÃO - Chegamos ao final do Campeonato Carioca de Futebol de Praia 2017, com a vitória do Balança. O time de Botafogo se manteve firme no campeonato desde o começo, teve alguns tropeços, mas soube se recuperar. Sob o comando do veterano Gláucio Nascimento - um atleta cujo futebol é como um bom vinho, só melhora com o tempo - o jovem time do Balança fez uma belíssima campanha e se tornou campeão por merecimento. Além da taça de campeão, o Balança carrega consigo o artilheiro do campeonato, Leandro Vasconcelos, com oito gols. Thiago Rodrigues e Dudu foram destaques durante todo o campeonato. 

A final Balança X São Clemente foi decidida em duas partidas: ida e volta. No primeiro jogo o Balança venceu por 2 X 0. No segundo jogo o São Clemente venceu por 2 x 1. O saldo de gols nas duas partidas garantiu a vitória do Balança. O São Clemente não deu sorte na primeira partida e o time pareceu um tanto desarticulado. No segundo jogo o São Clemente entrou em campo com mais personalidade e vontade de vencer. Tanto que venceu a partida por 2 X 1. Mas o placar foi insuficiente para ser campeão. De qualquer modo o São Clemente saiu do campeonato com um honroso título de vice-campeão. E, por pouco, não chegou à vitória. O mais importante é que o jogo fechou o campeonato com chave de ouro. Apesar de alguns momentos de nervosismo e estresse no segundo tempo, ao final do jogo aconteceu um bonito momento de confraternização e alto astral. O campeonato acabou, mas já estamos todos com saudades. O futebol é algo maravilhoso, que não tem explicação. Queremos que o próximo campeonato comece logo.

São Clemente - Vice-campeão 2017









ORGULHO DE SER VICE - Foi por muito pouco. Com seu futebol alegre e carregado de paixão, o São Clemente fez bonito no Campeonato Carioca de Futebol de Praia 2017, O time jogou um futebol jovial, empolgante, irreverente e conseguiu chegar à final. Vale destacar a atuação do goleiro Dida. E também é importante ressaltar o nome de seus principais atletas. Rafael Bueno, impetuoso e obstinado, que encheu a torcida de esperança quando fez o primeiro gol no jogo final. Um personagem magnífico dentro e fora de campo. Maurício Blaublau que joga um futebol feliz e briga pela bola com a mesma carga de tranquilidade e impetuosidade. Kojack é um guerreiro sempre pronto a buscar a bola em todos os cantos do campo. Lucas Zanol e seu excelente toque de bola, assim como uma pontaria quase perfeita na hora do chute a gol. Breno Cordeiro, um atleta que joga com ímpeto juvenil e excelente toque de bola. O magnífico Igor China, o zagueiro cujas jogadas estão sempre a um passo da perfeição. O capitão Isack Costa, que joga um futebol refinado e sabe organizar o time durante a partida. 


Jogadores que deixaram sua marca no Campeonato Carioca de 2017. Uma marca de talento, de garra, determinação, humildade e paixão pelo futebol. O São Clemente também se destacou por sua torcida organizada, sempre disposta a empurrar o time para a vitória. A presença da bateria da Escola São Clemente fez toda a diferença nos jogos do time, fazendo com que os atletas jogassem no ritmo do samba, Isso foi marcante no campeonato, já que trouxe algo de inusitado e inovador. 


A torcida do São Clemente merece todos os aplausos. Mas, em alguns momentos, o entusiasmo excessivo de alguns torcedores prejudicaram o time. Isso aconteceu em várias partidas. E, principalmente, no jogo final. Não toda a torcida, é claro. Mas, alguns torcedores mais exaltados, achando que estavam ajudando o time só fizeram atrapalhar. E hoje prejudicaram enormemente o time. Fato: no jogo de hoje o São Clemente só perdeu por culpa dos desatinos de sua própria torcida. Que a verdade seja dita. Mas, o importante agora é comemorar a trajetória da São Clemente, que atravessou o campeonato jogando um futebol de alto nível, com um time alegre, simpático, jovial, que chegou à final por merecimento e, por pouco, não sagrou-se campeão.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

A grande Final

















BALANÇA X SÃO CLEMENTE - Quis o destino que os dois times originários de Botafogo fizessem a grande final do Campeonato Carioca de Futebol de Praia 2017. Dois grandes times. Equipes que fizeram história no futebol de praia. Venceram na raça, no futebol e na competência. Equipes que souberam superam os momentos de dificuldades e conseguiram se reinventar quando as coisas pareciam complicadas. Ao mesmo tempo foram equipes que trouxeram uma energia positiva, uma alegria diferenciada e uma comovente paixão por sua arte. A arte de jogar futebol. Na sua trajetória durante o Campeonato, tanto o Balança quanto o São Clemente, se mostraram interessados em celebrar o esporte que praticam. E isso foi fundamental para que eles pudessem chegar à final.

O PRIMEIRO JOGO - A partida começou com muito entusiasmo e fome de bola por parte das duas equipes. Parecia que o jogo seria equilibrado, mas logo no início o Balança marcou com um gol do Iago. O São Clemente tomou um susto e, antes que conseguisse se recuperar, Leandrinho fez o segundo do Balança. A partir daí o Balança dominou a partida. Não que o Balança tenha desistido. De modo algum. O time buscou se reinventar, buscou força e energia para reverter o placar, mas não conseguiu. Parecia que naquela tarde nada estava dando certo para o São Clemente. Em compensação o Balança, seus jogadores e sua torcida com a sensação de dever cumprido. Agora era só esperar a segunda partida.

O SEGUNDO JOGO - Uma tarde linda. Duas torcidas apaixonadas. A bateria da Escola São Clemente dando ritmo ao jogo. E Balança e São Clemente entraram em campo dispostos a vencer. A paixão pelo futebol, o amor pela camisa, o desejo pela vitória: tudo junto e misturado num caldeirão de emoções. Foi um jogo vibrante e comovente. No final do primeiro tempo Rafael Bueno fez um golaço e encheu a torcida do São Clemente de esperanças. No segundo tempo Leandrinho do Balança fez um gol sensacional. Seu oitavo gol no campeonato. E isso garantiu a ele a condição de artilheiro isolado do Cariocão 2017. O capitão Isack ainda fez o segundo gol do São Clemente. Mas o saldo de gols das duas partidas garantiu a vitória do Balança.

     BALANÇA CAMPEÃO 2017     
























(Fotos de Felipe Cordeiro)

Os quatro grandes



BALANÇA, PAULA FREITAS, RACING E SÃO CLEMENTE - Os quatro times que disputaram as semifinais do Campeonato Carioca de Futebol de Praia 2017. Foram duas duplas: Racing X Balança e Paula Freitas X São Clemente. Cada disputa da semifinal foi feita em dois jogos: ida e volta.

BALANÇA X RACING - Dois times no auge da maturidade, jogando um futebol sério e profissional. O Racing tinha a vantagem do empate e venceu o o primeiro jogo por 1 X 0, com um belíssimo gol de Pedro Gomides. A vitória e o privilégio de jogar pelo empate deixou o Racing relaxado demais no segundo jogo. E o Balança veio com tudo. Muito mais do que futebol, o time jogou com alma, com o coração. E venceu o Racing por 2 X 0, gols de Thiago Papel e Wilson. Resultado: O Balança eliminou o Racing e foi para a final. 

PAULA FREITAS E SÃO CLEMENTE - Dois times de grande valor, mas de características muito diferentes, O Paula Freitas tem uma equipe de jogadores profissionais, que atuam regularmente em equipes do beach soccer, e possuem relevante experiência internacional. O São Clemente tem um estilo mais popular, cujos jogadores tem alma de sambistas. No primeiro jogo o São Clemente venceu pelo placar de 1 X 0, gol do zagueiro-atacante Igor China. O segundo jogo foi sensacional. O Paula Freitas e seu elenco de feras como Jadson, Lucas Calmon, Pedro, André, Tatuí partiram para cima do adversário com técnica e fome de gols. Mas esbarraram no goleiro Dida que, num momento de inspiração, conseguiu agarrar todas as bolas. A partida terminou num prosaico 0 X 0. O resultado permitiu que o São Clemente (vencedor do primeiro jogo) eliminasse o Paula Freitas e fosse para a final.

BALANÇA X SÃO CLEMENTE - A grande final do Campeonato Carioca de Futebol de Praia 2017